Fale conosco

Fale conosco

Já pensou em pedalar na Bélgica? Não? Então pense.

Num dia frio de março, a Flora e o Daniel pisaram na Bélgica pela primeira vez. E foi uma super experiência para dois ciclistas, já que por lá as bikes são levadas a sério. A Bélgica é um dos países do mundo que mais tem infraestrutura para as magrelas, com ciclovias e bicicletários gigantes espalhados pelas cidades, os belgas fazem uso delas para o lazer e para o transporte.  Além disso, o ciclismo é um dos esportes mais populares do país.  Resumindo: o paraíso dos ciclistas.

Três dias em Flandres, região do norte da Bélgica, foram suficientes para sentir o clima. Indo direto para Oudenaarde, uma cidade pequena, que é a capital das provas clássicas desta região, os viajantes percorreram muitos quilômetros alucinantes, mas o ponto alto foi chegar até o Muur van Geraardsbergen, famosa rua de paralelepípedos que leva até a Igrejinha. Uma subida super tradicional, que faz parte de várias provas, inclusive a Tour de Flandres. Saber que por ali passaram alguns de seus ídolos, foi emocionante!

Um país inteiro bike friendly, foi isso que eles viram. Todas as estradas tem ciclovias onde os ciclistas transitam, treinando em qualquer hora do dia e qualquer dia da semana.  Assim que alugaram as bikes para começar a aventura, a pessoa que estava atendendo disse que se caso eles tivessem algum problema no meio da estrada, poderiam bater na porta de qualquer casa pelo caminho, pois os moradores da região estavam muito acostumados a ajudar ciclistas nestes percursos. Que mundo diferente para um brasileiro!

Uma bike para um belga tem a mesma importância que uma bola de futebol para um brasileiro. Eles pedalam em qualquer tempo, faça chuva ou faça sol. Ventos fortes, estradas de paralelepípedos muito estreitas, curvas fechadas não são empecilhos para ciclistas belgas.  Por isso são conhecidos como os mais fortes e resistentes ciclistas do mundo.  É o tipo de ciclista que sai numa fuga faltando 40km de prova, que não usa nem manguito no frio e na chuva, que tem muita habilidade para fazer curvas no chão molhado. Flora e Daniel chegaram à conclusão que depois de uma viagem para a Bélgica, você só vai torcer para os ciclistas belgas nas provas do Grand Tour.

Mas não é só de ciclovia que vive a Bélgica. As pessoas são muito simpáticas, principalmente quando percebem que o turista gosta de ciclismo. Pensem num brasileiro recebendo um indiano que ama futebol, o humor muda né? A cerveja é a segunda paixão nacional, e diga-se de passagem: Que cerveja! Nada melhor que tomar uma depois de um pedal duro. Experiência imperdível! Em Oudenaarde, eles recomendam um bar chamado Fuzzy Duck. Bons drinks, boa comida e muito animado.

Outra recomendação do casal: Levar Pdal Bars na mala. Aqui vamos abrir aspas para que ouçam as palavras deles, afinal falar de si mesmo fica meio estranho. “Nós levamos Pdal Bars, como fazemos em todas as viagens! É muito difícil achar barrinhas de frutas gostosas como a Pdal Bars na Europa. Lá, fruta é mais caro e difícil, então as barrinhas de energia são todas de tâmaras, com o gosto igual. E também é super importante levar comida nesses pedais longos pelo campo, porque a gente nunca sabe quando vai encontrar um café para comprar algo para comer.”

Para terminar a Flora e o Daniel deixaram algumas dicas e o caminho das pedras para quem quer se aventurar pela Bélgica de bike:

Centrum Ronde Van Vlaanderen (https://crvv.be/) – Esse lugar é um hub para os ciclistas. Aluga bicicletas, tem uma loja, um café, um museu sobre a Volta de Flandres e até chuveiros para os ciclistas tomarem banho depois do pedal. Eles também dão dicas de onde pedalar e alugam junto com a bike um GPS com as rotas já carregadas.

Hotel Leopold (https://gb.leopoldhoteloudenaarde.com)  – Esse hotel é bike friendly e fica do lado do Centrum 

Cycling Flanders (https://cyclinginflanders.cc/) – Esse site é essencial, tem todas as dicas, bem fácil de navegar, ajuda muito! Aqui tem as melhores dicas para quem quer pedalar em Flandres, inclusive as rotas já no formato GPX, para carregar em garmin.

Programe-se e boa viagem!